90

Não se contenta a gente Portuguesa,
Mas seguindo a vitória estrui e mata;
A povoação, sem muro e sem defesa,
Esbombardeia, acende e desbarata.
Da cavalgada ao Mouro já lhe pesa,
Que bem cuidou comprá-la mais barata;
Já blasfema da guerra, e maldizia,
O velho inerte, e a mãe que o filho cria.


 

Junta-te! Ainda não tens personagem ?!

 



Todos os
Nomes Portugueses

"Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões

Contacto| Deseja patrocinar oslusiadas.org ? Envie-nos um email!