Os Lusíadas

Luís Vaz de Camões
A maior obra épica portuguesa completa e com todos os seus cantos. Podem-se assim referênciar estrofes únicas.

Canto II

37/113
C'um delgado sendal as partes cobre,
De quem vergonha é natural reparo,
Porém nem tudo esconde, nem descobre,
O véu, dos roxos lírios pouco avaro;
Mas, para que o desejo acenda o dobre,
Lhe põe diante aquele objeto raro.
Já se sentem no Céu, por toda a parte,
Ciúmes em Vulcano, amor em Marte.


Bodogemu Online: Joga com outros à vez.

Estão à tua espera para jogar! Junta-te!


blog comments powered by Disqus

Junta-te!
Ainda não tens personagem ?!

Todos os
Nomes Portugueses

"Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões
O estudo desta grande epopeia portuguesa é obrigatória no secundário em Portugal e no Brasil.

Contacto| Deseja patrocinar oslusiadas.org ? Envie-nos um email!