Os Lusíadas

Luís Vaz de Camões
A maior obra épica portuguesa completa e com todos os seus cantos. Podem-se assim referênciar estrofes únicas.

Canto III

14/143
"Logo os Dálmatas vivem; e no seio,
Onde Antenor já muros levantou,
A soberba Veneza está no meio
Das águas, que tão baixa começou.
Da terra um braço vem ao mar, que cheio
De esforço, nações várias sujeitou,
Braço forte, de gente sublimada,
Não menos nos engenhos, que na espada.
  •  


 

blog comments powered by Disqus

Junta-te!
Ainda não tens personagem ?!

Todos os
Nomes Portugueses

"Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões
O estudo desta grande epopeia portuguesa é obrigatória no secundário em Portugal e no Brasil.

Contacto| Deseja patrocinar oslusiadas.org ? Envie-nos um email!